CNPL protesta contra a retirada de direitos em frente à sede da Organização das Nações Unidas

Emissão de Guias

Clique para gerar a guia.Ir

Cursos e Eventos

 

Acesse nosso portal de eventos.ir

Artigos

 

Acessar artigos IR

Clipping

CNPL na mídiaIR

Smaller Default Larger

CNPL protesta contra a retirada de direitos em frente à sede da Organização das Nações Unidas

A Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL, fortaleceu nessa segunda-feira, dia 12 de junho, o protesto em defesa da preservação dos direitos trabalhistas e previdenciários e contra o governo Temer (PMDB), em frente à sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra (Suíça). O ato público contou com a participação de dirigentes sindicais, representantes de diversas categorias de trabalhadores no Brasil.

A manifestação reforça o descontentamento da classe trabalhadora frente à tentativa de desumanização do trabalhador imposta pelo governo Temer (PMDB). Para os trabalhadores, muito além de extinguir a Consolidação das Leis do Trabalho, a Reforma Trabalhista (PLC 38/17) legalizará a precarização do trabalho em todas as áreas, permitindo assim, o trabalho análogo ao escravo.

A CNPL ressalta que o protesto está alinhado com o eixo central da 106ª Conferência da Organização Internacional do Trabalho (OIT), iniciada no dia 05 de junho, em Genebra (Suíça), que destaca a necessidade do diálogo social e a negociação coletiva como base da democracia e do desenvolvimento dos países.

Reforma Trabalhista
A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado começa a discussão da reforma trabalhista-sindical (PLC 38/17) nesta terça-feira, dia 13 de junho e com possibilidade de votação no dia 20 de junho. A proposta será pauta única, como foi na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) na semana passada. E não será apenas isto que vai assemelhar-se com o que ocorreu na CAE.

Reforma Previdenciária
A Proposta de Reforma da previdência (PEC 287/16) encontra-se no Plenário da Câmara dos Deputados e aguarda inclusão na pauta de votação da Casa. A aprovação requer parecer favorável de 308 parlamentares. Segundo o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), a discussão e votação estão previstas para agosto.

 

Pin It
porno
sohbet hatti
porno izle
sohbet numaralar
porno video

CNPL nas Redes Sociais

bedava film izle - hd mac izle