81% dos brasileiros rejeitam a reforma trabalhista, revela pesquisa da VOX Populi-CUT

Emissão de Guias

Clique para gerar a guia.Ir

Cursos e Eventos

 

Acesse nosso portal de eventos.ir

Artigos

 

Acessar artigos IR

Clipping

CNPL na mídiaIR

Smaller Default Larger

81% dos brasileiros rejeitam a reforma trabalhista, revela pesquisa da VOX Populi-CUT

A Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL, reforça, mais uma vez, por meio dos dados da pesquisa realizada pela VOX Populi-CUT, a postura contrária da população à reforma trabalhista, que entrará em vigor neste sábado, dia 11 de novembro. De acordo com a pesquisa realizada entre os dias 27 e 31 de outubro, 81% dos brasileiros desaprovam a nova legislação. A pesquisa fortalece a luta do movimento sindical nacional em defesa da preservação dos direitos dos trabalhadores. 

O maior índice de rejeição às novas regras trabalhistas encontrado na pesquisa CUT/Vox foi registrado no Sudeste (89,%). No Nordeste, a rejeição às mudanças é de 81%; no Centro-Oeste/Norte, 78%; e, no Sul, 60%. Para 67% dos entrevistados, a nova Lei Trabalhista só é boa para os patrões. Para 1%, é boa para os trabalhadores. Os percentuais mais negativos ficaram com o Sudeste (76%); Centro-Oeste/Norte, com 68%; e, Nordeste, com 65%, onde a maioria dos entrevistados acredita que as mudanças na CLT são boas somente para os patrões. No Sul, 44% respondeu que os patrões são os mais beneficiados com as mudanças.

A nova rodada da pesquisa CUT-VOX foi realizada em 118 municípios. Foram entrevistados 2000 brasileiros com mais de 16 anos de idade, residentes em áreas urbanas e rurais, de todos os estados e do Distrito Federal, em capitais, regiões metropolitanas e no interior, em todos os segmentos sociais e econômicos. A margem de erro é de 2,2%, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

Pin It
porno
sohbet hatti
porno izle
sohbet numaralar
porno video

CNPL nas Redes Sociais

bedava film izle - hd mac izle