Menos informação, mais perigo

Emissão de Guias

Clique para gerar a guia.Ir

Cursos e Eventos

 

Acesse nosso portal de eventos.ir

Artigos

 

Acessar artigos IR

Clipping

CNPL na mídiaIR

Smaller Default Larger

Menos informação, mais perigo

Uma nova forma de rotular alimentos é imprescindível à saúde da população, mas há quem seja contra

Nesta semana, o presidente Michel Temer se reuniu com empresários da indústria de alimentos. Na ocasião, Temer se mostrou contrário à proposta da Anvisa de alertar a população, nos rótulos de alimentos, sobre a alta concentração de açúcar, sódio e gorduras saturadas – que podem causar diversas complicações na saúde das pessoas. A proposta da Anvisa de incluir na parte da frente do rótulo dos alimentos a advertência sobre o alto teor destes itens é resultado de um grupo de trabalho constatar a dificuldade do consumidor em entender a rotulagem atual.

Sobre o assunto, confira a entrevista com Maria de Fátima Fuhro, diretora da Confederação Nacional das Profissões Liberais e presidente da Federação Nacional dos Nutricionistas.

CNPL: Qual o grande problema no modelo de rotulagem atual?

Maria de Fátima Fuhro: Dentro da rotulagem, temos uma questão bastante restrita, que é a dificuldade de as pessoas lerem e entenderem o que está nos rótulos. Temos poucas informações acessíveis a pessoas leigas.

 

CNPL: A saída seria...

MFF: A proposta, que tem uma mobilidade muito grande por parte dos profissionais de nutrição, já que se trata de uma ferramenta de trabalho, é que essas informações sejam mais práticas, mais fáceis do consumidor entender. Precisamos dizer que a gordura saturada causa problemas, assim como o açúcar e o sal. E isso de forma mais prática, de modo que o consumidor entenda o que está lendo quando pega o produto na prateleira.

CNPL: Se a proposta é tão boa, por que não sai do papel?

MFF: Há uma força de oposição do Governo favorável à indústria. E este governo, que está a serviço do capital, e não do social e do cidadão, está cedendo para que a rotulagem, a portaria para que se faça essa rotulagem de mais fácil entendimento, não saia. A indústria foi lá, pressionou e conseguiu uma audiência com o presidente. Este marcou uma segunda reunião para que essa rotulagem não saia do jeito que está sendo proposto.

Pin It
porno
sohbet hatti

Acesso Rápido

sohbet numaralar
porno video

CNPL nas Redes Sociais

canli porno - sex - pornolar