CNPL participa de reunião da CSA

Emissão de Guias

Clique para gerar a guia.Ir

Cursos e Eventos

 

Acesse nosso portal de eventos.ir

Artigos

 

Acessar artigos IR

Clipping

CNPL na mídiaIR

Smaller Default Larger

CNPL participa de reunião da CSA

No mês de fevereiro ocorreu, em Montevidéu - capital do Uruguai, a 19ª Reunião do Conselho Executivo da Confederação Sindical de Trabalhadores das Américas (CSA), nos dias 18 e 19. A agenda de atividades desta edição trouxe, além da análise do último Congresso da Confederação Sindical Internacional (CSI), ocorrido em 2018, a reeleição de Sharan Burrow como Secretária Geral da entidade. Já Víctor Báez foi eleito como Secretário Geral Adjunto da entidade e, para assumir o novo cargo, precisou renunciar ao posto de Secretário Geral da CSA. Para substituí-lo, foi eleito por unanimidade o brasileiro Rafael.

 

Pode-se destacar ainda, entre os itens da agenda, as discussões em torno das questões apresentadas pelo Comité da Mulher Trabalhadora e pelo Comité da Juventude Trabalhadora. Com relação a este último grupo, foi introduzida a Campanha “Dame esos cinco”, ou “Dê-me estes cinco” em português. Dessa forma, pretende-se atingir os seguintes objetivos junto à juventude: organização, participação, representação, formação e posicionamento dentro das atividades do movimento sindical em todo o mundo.

Concluindo a reunião, foram passadas aos participantes informações sobre o processo de atualização da ferramenta política “Plataforma de Desenvolvimento para as Américas (PLADA)”, que tem grande relevância quando se trata da luta pela defesa e pelo crescimento dos direitos dos trabalhadores em nível global. Alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, a Plataforma permite traçar diretrizes segundo os quais o movimento sindical pode planejar estratégias de intervenção nos processos desenvolvimento.

A CNPL esteve presente, sendo representada por seu presidente, Carlos Alberto Schmitt de Azevedo. Este explicou que, a medida em que vivemos num mundo sem fronteiras, o patrão que emprega na Argentina, também o faz no Japão, por exemplo. “Assim, precisamos saber o que tem acontecido e de que maneira tem ocorrido essas relações laborais em outros países”, enfatizou. “É importante que todas as entidades sindicais estejam alinhadas à essas organizações internacionais para que haja o fortalecimento do movimento como um todo.”


Pin It
porno - sohbet numaralar canlı porno - sex - sohbet hatları - pornolar - porno video
sohbet telefonları

Acesso Rápido

CNPL nas Redes Sociais