CNPL

Smaller Default Larger

FST define agenda de ações contra “reformas” e prepara grande encontro da classe trabalhadora

O Fórum Sindical dos Trabalhadores - FST, que congrega 22 confederações nacionais laborais, reuniu-se na última semana, na sede da FEPAAE (Federação Paulista dos Auxiliares de Administração Escolar), em São Paulo, capital, para debater um calendário de ações e definir o planejamento trimestral elaborado pela assessoria da entidade. O Coordenador do FST, Artur Bueno de Camargo, destacou que, além de aprovada uma agenda de atividades para retomar a mobilização no combate à reforma trabalhista (Lei 13.467/17) e votação da reforma da Previdência, a reunião tratou da preparação de um congresso nacional da entidade.

As Confederações também promoveram um balanço do movimento "Resistência", desencadeado pelo Fórum no segundo semestre de 2017. “Vamos fazer um encontro de lideranças, que tratará dos preparativos para o congresso a ser realizado em junho”, disse o coordenador. A proposta previamente aprovada pelo FST sinaliza a realização de um grande encontro nacional da classe trabalhadora em junho deste ano, entre outras questões, para apresentar a agenda trabalhista aos candidatos à Presidência da República e anunciar os candidatos que o movimento sindical pretende apoiar, especialmente para o Congresso Nacional, em todo país. 

 

Artur Bueno informou que o encontro definiu também uma estratégia em relação às ações do Tribunal Superior do Trabalho, que pretende definir a validade de alguns pontos da reforma trabalhista. A Corte vai analisar, por exemplo, se as novas regras se aplicam aos contratos já existentes quando a lei entrou em vigor. “Iremos tratar da nossa organização para a audiência no tribunal, que ocorre dia 6 de fevereiro. Alguns advogados de Confederações filiadas ao FST já se inscreveram, para fazer sustentação oral no julgamento", explicou o dirigente sindical.

Os integrantes do FST decidiram, ainda, participar, no próximo dia 2 de fevereiro, na sede da AFRESP, em São Paulo, de reunião com o objetivo de discutir a estratégia política do Movimento BASTA!
Além disso, foi definida a realização da próxima reunião do Fórum no dia 5 de fevereiro, em Brasília, na sede da CNTEEC, para, entre outros assuntos, discutir a participação das Confederações Nacionais de Trabalhadores na sessão convocada pelo TST para tratar das súmulas daquela Côrte em face da “nova” legislação trabalhista e debater a realização de seminário preparatório para o encontro da classe trabalhadora previsto para acontecer no município de Praia Grande (SP) em meados do ano.

Em relação a esse encontro, dia 8 de fevereiro, às 14 h, o FST será recebido pela vice-prefeita de Praia Grande, Maura Lígia, na sede da Prefeitura Municipal. O encontro servirá para discutir e definir datas e estruturas para a realização dos eventos da classe trabalhadora programados para o mês de junho de 2018 naquele município. 

Fonte: Comunicação FST

Pin It
porno
sohbet hatti

Acesso Rápido

sohbet numaralar
porno video

CNPL nas Redes Sociais

canli porno - sex - pornolar