Parceria CIEE

Smaller Default Larger

Ricardo Barros tenta salvar reputação do governo Temer atacando os médicos

Há duas semanas Ricardo Barros disse que os médicos do Acre estão preocupados em ganhar mais sem trabalhar o suficiente. Neste 13 de julho, no desespero de tentar salvar um governo afundado em denúncias de corrupção, o ministro da Saúde volta a atacar a categoria formada por pelo menos 400 mil profissionais brasileiros.

Deputado federal há quatro mandatos e acostumado a conviver em um ambiente em que fraudar o sistema público é corriqueiro e considerado normal para muitos de seus pares, Ricardo Barros afirmou que é preciso parar “de fingir que paga médico e o médico tem que parar de fingir que trabalha”.

Leia mais...

Entidades Nacionais da Odontologia reivindicam ampliação da política nacional de saúde bucal ao secretário executivo do Ministério da Saúde

A Federação Nacional dos Odontologistas – FNO, a Federação Interestadual dos Odontologistas – FIO, o Conselho Federal de Odontologia – CFO e a Associação Brasileira de Odontologia – ABO, estiveram reunidas nessa terça-feira, dia 11 de julho, em Brasília/DF, com o secretário executivo do Ministério da Saúde, Cirurgião-Dentista Antônio Nardi, para reivindicar a ampliação da política nacional de saúde bucal, por meio de melhorias no atendimento odontológico da rede pública e valorização dos Cirurgiões-Dentistas.

Além da solicitação coletiva das entidades nacionais da Odontologia para incremento expressivo na saúde bucal ao secretário executivo, a presidente da Federação Nacional dos Odontologistas – FNO, Joana Batista Oliveira Lopes, entregou à coordenadora-geral de Saúde Bucal do Ministério da Saúde, Lívia Maria Almeida Coelho de Souza, que também participou da reunião, documento reforçando os atuais déficits existentes na saúde bucal brasileira.

Leia mais...

Entidades apresentam nota pública contra Reforma Trabalhista (PLC 38/17)

As Entidades abaixo subscritas vêm a público, na iminência de votação plenária, reiterar sua posição contrária à votação do PLC 38/2017 - a chamada "reforma trabalhista" -, prevista para 11/7/2017, no Plenário do Senado Federal. Nesse sentido, registram o seguinte:

1. Açodada, carente da participação adequada de todos os segmentos sociais envolvidos, as audiências públicas, durante a tramitação do projeto, demonstrou categoricamente que o texto a votar está contaminado por inúmeras, evidentes e irreparáveis inconstitucionalidades e retrocessos de toda espécie, formais e materiais.

Leia mais...

Por acordo com senadores, reforma trabalhista deve ser alterada no Planalto

 Para garantir a aprovação do PLC 38/2017 no Senado, o presidente Michel Temer enviou aos senadores uma carta em que admite a possibilidade de ajustes no texto. Temer autorizou o líder do governo e relator da reforma trabalhista na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), senador Romero Jucá (PMDB-RR), a negociar mudanças com os parlamentares.

Leia mais...

Senado deve concluir votação da reforma trabalhista na terça

Depois de mais de dois meses de debates e 864 emendas de senadores apresentadas, o Senado deve concluir na próxima terça-feira (11), a partir das 11h, no plenário, a votação da chamada reforma trabalhista. O PLC 38/2017 será votado na forma do texto aprovado pela Câmara dos Deputados, pois os relatores Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e Romero Jucá (PMDB-RR) não aceitaram qualquer uma das sugestões de mudança defendidas por senadores não só da oposição, mas também da base governista. Entretanto, há a promessa de que o presidente Michel Temer vetará os pontos mais polêmicos da proposta.

Leia mais...

porno
sohbet hatti
porno izle
sohbet numaralar
porno video

CNPL nas Redes Sociais

bedava film izle - hd mac izle