Artigos

Smaller Default Larger

Artigos

Reforma trabalhista é um desastre para a Previdência, diz ex-ministro

Em vez de corrigir distorções, como alega o governo, modalidades como o contrato de trabalho intermitente praticamente inviabilizam contribuições para as aposentadorias.
Para o ex-ministro da Previdência, Carlos Gabas, a nova legislação trabalhista aprovada pelo governo Temer, em vigor desde novembro, traz implicações desastrosas para o sistema público de aposentadorias, já que dificulta a contribuição dos trabalhadores, devido às novas modalidades de contrato.

Em mais um dos vídeos de uma série produzida pela TVT que rebate os principais pontos defendidos pelo governo Temer na chamada reforma da Previdência, Gabas explica que, nos contratos intermitentes, o trabalhador tem dificuldade em manter constante o valor da contribuição previdenciária e, caso a sua remuneração não atinga o equivalente ao salário mínimo, terá de tirar do próprio bolso para ter garantido o direito à aposentadoria.

Leia mais...

Dívida pública e gastos com juros

O ano começou com algumas notícias de que os responsáveis pela área de economia dos grandes meios de comunicação aguardavam com bastante ansiedade. Afinal de contas, apresenta-se como árdua e inglória a tarefa de defender e elogiar um governo cuja popularidade anda tão baixa, que chega até mesmo a se confundir com a margem de erro das pesquisas de opinião.

A linha acordada entre os (de)formadores de opinião passou a se concentrar no novo mote de plantão. Ao que tudo indica, de comum acordo entre eles foi estabelecida a estratégia do “deixou de piorar”. Esse é o mote desesperado na tentativa de resgatar a credibilidade de uma equipe de governo que foi inicialmente apresentada como sendo um verdadeiro time de sonhos, sempre na opinião de onze em cada dez integrantes da seleta nata do clube do financismo. Um ex-presidente internacional do Bank of Boston e um diretor do Banco Itaú no comando da economia: isso era tudo o que se podia esperar para assegurar a defesa dos nobres interesses do sistema financeiro.

Leia mais...

Trabalho intermitente contrata 6 mil. 'Acordos' demitem 7 mil

Criado com a "reforma" da legislação trabalhista e apresentado como uma das "soluções" para o desemprego, o trabalho intermitente teve 2.851 admitidos e 277 dispensados apenas em dezembro. Incluído em novembro, quando a Lei 13.467 entrou em vigor, são 5.971 admitidos e 330 dispensados, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (26) pelo Ministério do Trabalho, como parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). 

Enquanto o trabalho intermitente, que sindicalistas chamam de "legalização do bico", não chegou a criar 6 mil empregos temporários em novembro e dezembro e já dispensou 300, os "acordos" entre patrão e empregado para dispensa do trabalhador somaram perto de 7 mil (6.696) nesses 2 meses. Essa modalidade, também prevista na "reforma", permite a dispensa por comum acordo, em que o trabalhador abre mão de parte de suas verbas rescisórias.

Leia mais...

Trabalhos do Congresso serão reiniciados na próxima segunda (5)

Pela Constituição, o início ou reinicio dos trabalhos do Legislativo federal é o dia 2 de fevereiro de cada ano. Mas este ano, por economia, os trabalhos só serão retomados na próxima segunda-feira (5). Já que dia 2 cai numa sexta-feira.

O presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (MDB-CE) pretende fazer uma economia evitando que os congressistas venham numa quinta ou sexta-feira para Brasília para abertura dos trabalhos e em seguida vão embora.

Leia mais...

Temer explora polarização política para vender reforma da Previdência

Após a condenação do ex-presidente Lula pela segunda instância, a página oficial do Palácio do Planalto no Facebook se aproveitou da polarização política intensificada para tentar conseguir apoio para a reforma da Previdência, que é rejeitada pela maioria da população.

Na publicação, aqueles figurados com as cores da bandeira nacional (verde e amarelo) são apontados como apoiadores da reforma e intitulados como "a geração que vai salvar o Brasil".

Leia mais...

porno
sohbet hatti
porno izle
sohbet numaralar
porno video

CNPL nas Redes Sociais

bedava film izle - hd mac izle