CNS apoia Ação Direta de Inconstitucionalidade contra redução de investimentos em saúde

Smaller Default Larger

CNS apoia Ação Direta de Inconstitucionalidade contra redução de investimentos em saúde

No Brasil, mais de 200 milhões de pessoas podem utilizar o Sistema Único de Saúde (SUS) de forma universal e gratuita. Após a Emenda Constitucional Nº 95, aprovada pelo Congresso Nacional em 2016, os investimentos em saúde e educação ficarão congelados até 2036. Nós, da Frente em Defesa do SUS e do Conselho Nacional de Saúde (CNS), apoiamos a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5.658 com o objetivo de vetar a EC 95/2016, que está tramitando no Supremo Tribunal Federal (STF).

Precisamos da sua ajuda para não perdermos nossos direitos. A ADI reafirma que a EC 95/2016 causará consequências negativas para a população brasileira, pois transforma o "piso" (limite mínimo) de despesas nas áreas de saúde e educação em 'teto' (limite máximo) por duas décadas. Defendemos a Saúde e a Educação públicas, universais, integrais, gratuitas e de qualidade. Assine e divulgue, não podemos deixar morrer uma das maiores políticas públicas do mundo!

Clique AQUI e assine a petição.


Clique AQUI e faça o dowload do abaixo-assinado.

Pin It
porno
sohbet hatti
porno izle
sohbet numaralar
porno video

CNPL nas Redes Sociais

bedava film izle - hd mac izle