CNPL participa do 1º Congresso da Federação Médica Brasileira (FMB)

Emissão de Guias

Clique para gerar a guia.Ir

Cursos e Eventos

 

Acesse nosso portal de eventos.ir

Artigos

 

Acessar artigos IR

Clipping

CNPL na mídiaIR

Smaller Default Larger

CNPL participa do 1º Congresso da Federação Médica Brasileira (FMB)

O evento contou com homenagem à CNPL e confirmação dos novos integrantes da Diretoria da FMB para a gestão de 2018-2021

Na tarde do dia 22 de novembro, o presidente da CNPL Carlos Alberto Schmitt de Azevedo conduziu a conferência Desafios para o Movimento Médico Sindical de Profissionais Liberais pós Reforma Trabalhista. Proferida durante o 1º Congresso da Federação Médica Brasileira (FMB), a temática trabalhada teve como mote o atual cenário das profissões liberais, os problemas gerados com a crise econômica e o impacto do fim da obrigatoriedade da contribuição para sindicatos e confederações.

Além da participação, Carlos Alberto Schmitt foi homenageado no Congresso, como representante da Confederação Nacional das Profissões Liberais, considerada a principal parceira e incentivadora da FMB durantes os três primeiros anos da entidade. “Vocês me convenceram na primeira oportunidade de que as suas causas eram muito importantes. Eu sendo reconhecido por vocês é muito importante, porque assim eu homenageio meu pai, que foi médico por mais de 50 anos. Muito obrigado”, declarou Schmitt. “A CNPL, na figura do Carlos Alberto, esteve o nosso lado, nos deu todo o tipo de apoio nesses três primeiros anos”, declarou Waldir Araújo Cardoso, ex-presidente da FMB.

Nova diretoria da FMB

Ainda durante o Congresso, de acordo com as normas da Federação, foram confirmados os nomes dos integrantes da Diretoria-Gestão 2018-2021. Com isso, a partir de 27 de novembro, o médico Casemiro dos Reis Júnior assume a presidência da entidade no lugar do médico Waldir Araújo Cardoso.

“De fato, coordenar a diretoria da FMB não foi tarefa fácil. Seguramente me esforcei na busca da consolidação de nossa entidade e conseguimos”, declarou Cardoso. “Não foram poucas as conquistas obtidas em momento político tão adverso. Apesar disso tudo, tivemos a sabedoria de preservar o que é mais caro para a Federação Médica Brasileira: a unidade na diversidade e a independência e autonomia(...). Certamente ainda há muito a fazer. Tenho convicção que a diretoria eleita, sob o comando do experiente colega Casemiro Reis, dará continuidade ao nosso trabalho, consolidando e ampliando os espaços políticos da FMB, exercitando a democracia interna e representando com dignidade os médicos brasileiros.”



Três perguntas para Casemiro Reis, novo presidente da FMB

CNPL: Quais os principais desafios de assumir a presidência da entidade?

Casemiro Reis: São enormes os desafios de presidir a Federação Médica Brasileira. Podemos destacar a defesa intransigente dos Direitos Humanos, dos direitos sociais e dos direitos trabalhistas e previdenciários dos médicos brasileiros.

CNPL: Qual será seu objetivo principal ao assumir o cargo?

CR: A construção de uma carreira de estado para resolvermos o problema da interiorização da atenção básica em saúde, será sem dúvida nosso principal objetivo. Mas gostaria de destacar também a luta pela correção do histórico subfinanciamento do SUSa, a democratização da Agência Nacional de Saúde Suplementar com a garantia de participação da representação médica e uma intensa fiscalização da qualidade das escolas médicas.

CNPL: Como o senhor vê os próximos três anos da FMB?

CR: Vejo os próximos três anos da FMB com muita preocupação, mas com muito otimismo. Encaro os desafios dos anos que estão por vir como uma enorme oportunidade para que os médicos brasileiros, ser forem ouvidos, possam dar uma importante contribuição na estruturação da saúde brasileira visando superar seus gargalos e deficiências.


Pin It
porno
sohbet hatti

Acesso Rápido

sohbet numaralar
porno video

CNPL nas Redes Sociais

canli porno - sex - pornolar