Artigos

Smaller Default Larger

Artigos

Trabalho versus capital

(*)Rogerio Sampaio
 
Desde cedo, na chegada ao Congresso Nacional, mesmo aqueles já minimamente acostumados com suas rotinas de grandes decisões, pressentiam que esse seria um daqueles dias de embates fundamentais, envolvendo campos ideológicos e políticos opostos em tudo: patrões e trabalhadores buscavam resolver na votação em plenário, matéria fundamental para as relações de produção, trabalho e emprego no País, representado pela aprovação ou rejeição do Projeto de Lei 4330/2004, de autoria do então deputado Sandro Mabel (PMDB-GO), que na prática amplia os casos em que pode ocorrer a terceirização no Brasil.

A matéria, que tramita há 11 anos no Congresso chegou, enfim, no instante decisivo de sua votação, em um momento desigual para as forças envolvidas na batalha. De um lado a bancada empresarial, forte, unida e coesa. De outro a bancada trabalhista e sindical bastante esvaziada após a eleição do ano passado, onde perdeu força e substância.

Leia mais...

MP 669/14: patrões reagem no Congresso Nacional

As forças empresariais, ocultas ou aparentes, pressionaram o Congresso Nacional e provocaram a devolução da MP. O mesmo não ocorreu com as duas MPs (664 e 665), que alteram as concessões de benefícios trabalhistas e previdenciários, como o seguro-desemprego e a pensão por morte.
André Santos*
O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), devolveu a Medida Provisória (MP) 669/15, benefício fiscal de desoneração da folha de pagamento de 56 segmentos da economia. De acordo com a MP que foi devolvida, a alíquota de 1% de contribuição previdenciária sobre a receita bruta, passaria para 2,5%, neste caso o impacto recairia mais sobre a indústria. Já a alíquota para empresas de serviços, como do setor hoteleiro ou de tecnologia da informação (TI), subiria de 2% para 4,5%.

Leia mais...

Profissional Liberal também é trabalhador e como tal tem todo o direito à greve, afirma presidente da CNPL

O mundo do trabalho na defesa do Direito de Greve
 
No último dia 18 de fevereiro de 2015, as principais forças representativas dos trabalhadores em todo o mundo, capitaneadas pela CSI - Confederação Sindical Internacional, e pela CSA - Confederação Sindical das Américas, iniciaram um movimento global em Defesa do Direito de Greve, necessário e urgente, uma vez que empregadores e patrões, em caráter transnacional, vêm sistematicamente buscando reprimir e suprimir esse direito das classes trabalhadores, inclusive com ações contrárias dentro da própria OIT – Organização Internacional do Trabalho.

Leia mais...

Constituição e promessas rasgadas

(*) Carlos Alberto Schmitt de Azevedo

Muito se tem dito e escrito sobre a edição das Medidas Provisórias 664 e 665/2014, assinadas pela presidente Dilma Rousseff, que afetam o pagamento de pensão por morte, seguro-desemprego, auxílio-doença e abono salarial. As entidades que representam os trabalhadores de todo o país foram surpreendidas no dia 30 de dezembro de 2014, com a publicação no Diário Oficial da União das duas MP’s enviadas ao Congresso Nacional, que mudam as regras de ingresso e manutenção em cinco benefícios trabalhistas e previdenciários, com claros prejuízos aos que mais dependem da ação protetiva do estado.

Leia mais...

porno - sohbet numaralar canlı porno - sex - sohbet hatları - pornolar - porno video
sohbet telefonları

Acesso Rápido

CNPL nas Redes Sociais