Artigos

Smaller Default Larger

Artigos

Mais uma conta para os trabalhadores

(*) Carlos Alberto Schmitt de Azevedo

Peço desculpas aos meus inúmeros amigos economistas, contabilistas e administradores, que fazem parte, em grande número, da base sindical da Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL para, como leigo, opinar e levantar algumas questões em relação a um assunto que interessa à totalidade das classes trabalhadoras, das forças produtivas e do conjunto da sociedade: a correção da tabela do Imposto de Renda.

Leia mais...

Vamos desonerar?

(*) Carlos Alberto Schmitt de Azevedo
 
Defenestrado o Levy e empossado o Barbosa , descobre-se que o cenário econômico,  como era esperado, não só não mudou nada, como tende a piorar, e muito, em 2016.  O reflexo imediato dessa compreensão se traduz, já nos primeiros dias do ano, na romaria empreendida ao Palácio do Planalto de uma parcela significativa do empresariado e do PIB nacional, tentando reaver subsídios e desonerações que permitam a retomada e a alavancagem de suas atividades, sempre sob o argumento de gerar emprego e renda.

Na falta de algo que possa ser chamado, minimamente, de uma política econômica, ficamos todos à mercê desse jogo de pressões e contrapressões onde a população e, principalmente, a classe trabalhadora, fazem o papel do marisco na luta do rochedo contra o mar, levando bordoadas de todos os lados, enquanto os poderosos permanecem atentos apenas aos seus interesses imediatos.

Leia mais...

Paim propõe mobilização contra pacote trabalhista e previdenciário do governo

Tão logo sejam retomados os trabalhos legislativos, em fevereiro, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado deverá se reunir para discutir a reforma trabalhista e previdenciária que o governo pretende conduzir em 2016.

A informação é do presidente da comissão, senador Paulo Paim (PT-RS), que emitiu nesta terça-feira (5) nota para defender que “a sociedade civil se mobilize contra esta barbárie”.

Veja a íntegra da nota, que é intitulada “É preciso resistir”:

As centrais sindicais, confederações, federações, sindicatos de base, associações de classe e congressistas comprometidos com os trabalhadores, aposentados e pensionistas demonstraram publicamente a indignação com o anúncio de um pacote do governo federal de reformas trabalhista e previdenciária.

Na verdade, trata-se da retirada de conquistas da nossa gente, o que é inaceitável. Propor a idade mínima de 65 anos para efeito de aposentadoria para homens e mulheres, desvincular o salário mínimo dos benefícios previdenciários, querer aprovar projetos como o da “terceirização”, que não respeita a atividade-fim, e ainda o famigerado “negociado sobre o legislado”, que permite que a negociação prevaleça, desrespeitando a lei, nem a ditadura e os liberais do passado o fizeram.

Na primeira semana de fevereiro, com o fim do recesso, a Comissão de Direitos Humanos (CDH) chamará uma audiência pública para que a sociedade civil se mobilize contra esta barbárie.

Fonte: Agência Senado

2015: o ano em que retomamos com força as ações políticas

(*)Carlos Alberto Schmit de Azevedo

Falar o que sobre o ano de 2015? Em famoso livro, o escritor e jornalista Zuenir Ventura preconizou que 1968 foi o ano que não terminou. Já para a sociedade, para a cidadania e para a classe trabalhadora brasileira, podemos muito bem brincar com a analogia e afirmar que 2015 foi o ano que sequer deveria ter começado.
 
Mas, como 2015 não só começou, como de fato já está acabando, merece que sejam feitas algumas análises e reflexões, principalmente no que diz respeito a nossa seara, o movimento sindical das profissões liberais, que neste período conturbado e confuso, deu provas de amadurecimento e união de seus representantes.
 
Foi um ano impactante no campo político e a CNPL atuou fortemente nas três esferas do poder, sempre atenta a acontecimentos, causas e projetos que pudessem afetar os interesses, direitos e conquistas de nossas categorias representadas.

Leia mais...

porno - sohbet numaralar canlı porno - sex - sohbet hatları - pornolar - porno video
sohbet telefonları

Acesso Rápido

CNPL nas Redes Sociais