Generic selectors
Somente termos específicos
Buscar em títulos
Buscar em conteúdo
Buscar em posts
Buscar em páginas

Trabalho Decente na Copa do Mundo

Siga e curta a CNPL nas Redes Soiais :)

Facebook
Facebook
Twitter
Instagram

Outras notícias

...

OIT mantém Brasil em lista de países monitorados e pede dados sobre reforma trabalhista

Peritos pediram que governo mantenha diálogos com entidades e apresente números. Associação que reúne juízes brasileiros diz que reforma reduziu…

OIT reconhece a precarização nas relações de trabalho no Brasil

Desde o dia 10 de junho ocorre a 108ª Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra (Suíça). Na manhã…

OIT inclui Brasil na lista de países suspeitos de violar direitos trabalhistas

A previsão de as negociações valerem mais que a legislação, os obstáculos para desconto em folha das contribuições sindicais e…

Justiça: Brasil entra na “Lista Suja” da OIT e governo terá que se explicar na Comissão de Normas da Organização Internacional do Trabalho

A comissão de normas da OIT manteve o Brasil na lista de 24 países que mais violam convenções internacionais do…

O presidente da Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL, Carlos Alberto Schmitt de Azevedo, acompanhado do vice-presidente Danilo Caser, compareceu a solenidade realizada no Palácio do Planalto, neste dia 15, a convite do ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, extensivo a todos os presidentes de Confederações Nacionais de Trabalhadores, para o ato de assinatura do Compromisso Nacional pelo Emprego e Trabalho Decente na Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 – Setor de Turismo e Hospitalidade. O evento contou com a presença da presidente Dilma Roussef.

 
“O compromisso com o trabalho decente e com o aperfeiçoamento dos profissionais brasileiros deve ser permanente me não apenas um fato isolado para a Copa do Mundo. Devemos lutar em todas as frentes contra qualquer tentativa de flexibilização das relações de trabalho, que atentem contra as conquistas e os direitos dos trabalhadores garantidos constitucionalmente”, ressaltou o presidente da CNPL.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa / Comitê de Divulgação CNPL

]]>

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial